Assassinato.

hh

Aliás, se alguma vez eu cometer um assassinato para valer – prestem atenção no “se” – , o impulso terá de vir de algo bem mais forte do que aquilo que se passou entre mim e ele. Notem também, cuidadosamente, que naquela época eu era bastante inepta. Se e quando vocês decidirem me fritar na cadeira elétrica, lembrem-se de que somente um acesso de loucura poderia fornecer-me a energia necessária para que eu agisse com violência. Às vezes tento matar alguém, em sonhos. Mas sabem o que acontece? Por exemplo, estou empunhando um revólver e mantendo sob minha mira um inimigo impassível, que acompanha com sereno interesse o que está acontecendo. Ah, não hesito em apertar o gatilho, mas, do cano acabrunhado de minha arma, uma bala após a outra cai debilmente ao chão. Nesses sonhos, só penso em ocultar o vexame de meu desafeto, que aos poucos vai ficando entediado com o troço todo.

3 Respostas so far »

  1. 1

    lol said,

    Isso foi… doentio.

  2. 2

    Trise Cris said,

    Eu ri do comentário do Danieoo, asaushauh.

  3. 3

    gabriela said,

    lolita…


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: