Dor.

214

Era como se…

…Cada palavra de amor sussurrada…

…Escorresse pelas costas dele e fosse absorvida.

As costas dele eram largas.

Dava pra sentir o calor e o cheiro de sua pele através da gola de sua camisa.

Aquela era a primeira, e talvez a última vez;

Mas

Senti uma espécie de nostalgia.
Uma dor.

Era doce, mas parecia rasgar o meu peito…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: