Posts tagged Livros

Oi.

Escutem. Estão ouvindo? Provavelmente não.
Estamos escrevendo em todos os momentos da vida. Mesmo nos sonhos a gente está escrevendo. Quando a gente caminha pelos corredores da escola encontra diversas pessoas no caminho e escreve ferozmente dentro da cabeça. Aí está o diretor. È preciso tomar uma decisão sobre o cumprimento. Vou acenar com a cabeça? Vou sorrir? Vou dizer, Bom dia senhor?, Ou vou simplesmente dizer, Oi? A gente vê uma pessoa de quem não gosta. De novo uma escrita feroz dentro da cabeça. È preciso tomar uma decisão. Virar a cara para o lado? Olhar fixo para frente enquanto a pessoa passa? Cumprimentar com a cabeça? Murmurar um oi? A gente vê uma pessoa de quem gosta e diz, Oi, de um jeito afetuoso e derretido, um oi que evoca a batida de remos na água, o sobrevôo de violinos, o brilho dos olhos no luar. Há tantas maneiras de dizer oi. Murmurar, gorjear, latir, cantar, bramir, rir, tossir. Uma simples caminhadinha pelo corredor dá material para muitos parágrafos, muitas frases dentro da nossa cabeça, decisões aos montes.

Anúncios

Comments (2) »

Leitura.

(125) 00

Ler, em si mesmo, é um esforço penoso o bastante para que nos sintamos justificados em jogar ao lixo qualquer livro escrito com o objetivo de fazer com que seus leitores desperdicem suas vidas decifrando banalidades. Se considerarmos nosso tempo e esforço como algo minimamente valioso, concluiremos que a maioria dos livros simplesmente não merece ser lida. Ler livros que nos desagradam é tão tolo quanto planejar um fim de semana junto a uma pessoa com a qual não temos a menor afinidade; não nos acrescentará nada, ficaremos entediados e isso será nossa culpa, pois, diante de tantos livros bons, escolhemos os ruins apenas para provar que conseguimos engolir o lixo que está na moda. Faremos muito melhor em ler e reler os livros que gostamos do que  vagar pelo deserto de idéias ocas e autores hipócritas que, não tendo nenhuma coisa séria para dizer, escrevem livros como que para brincar com nossas caras.

Leave a comment »